Parceria entre IAT e Rotary viabiliza o plantio de 250 mil mudas nativas

Acordo de Cooperação se dá entre o Instituto Água e Terra e o Distrito 4710 do Rotary International, que atua no Vale do Ivaí, Norte do Paraná, Campos Gerais e Norte Pioneiro. Mudas serão disponibilizadas pelos viveiros do IAT.

O Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, firmou parceria com o Distrito 4710 do Rotary International para o plantio de 250 mil árvores nativas.

A colaboração foi estabelecida pelo Acordo de Cooperação Técnica (ACT) número 03/2021 e prevê que as mudas sejam oriundas dos viveiros do IAT. Ao todo, são 19 viveiros no Paraná, com mais de 80 espécies de mudas florestais nativas.

A parceria também atende aos objetivos do programa Paraná Mais Verde, do Governo do Estado. “Os viveiros estão à disposição da população paranaense para a recuperação dos processos ecológicos de áreas degradadas e alteradas”, destaca o diretor de Políticas Ambientais do IAT, Rafael Andreguetto.

PRESERVAÇÃO – A parceria com o Rotary International tem como objetivo a recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APPs), a fim de minimizar os impactos de ações que comprometem a biodiversidade da flora local, como o desaparecimento de espécies e o desequilíbrio ambiental.

“Esta iniciativa tem um grande potencial de melhoria na disponibilidade de água, na qualidade desta água, de fonte de alimentos para a fauna silvestre e manutenção da fitodiversidade dos locais”, afirma o gerente de Restauração Ambiental do IAT, Mauro Scharnik.

O Rotary International fará a execução e o monitoramento do plantio e a definição dos locais a serem reflorestados. Todas as etapas do processo serão acompanhadas por técnicos qualificados do IAT e orientadas para garantir as boas práticas e eficiência do projeto.

As mudas serão distribuídas em diversos municípios, com base nas regiões com atuação do distrito 4710 do Rotary International. Atualmente, a instituição atua no Vale do Ivaí, Norte do Paraná, Campos Gerais e Norte Pioneiro. As regiões são caracterizadas, em sua maioria, pela presença da Floresta Estacional Semidecidual do bioma da Mata Atlântica.

“Com esse acordo, vamos trabalhar em conjunto com o IAT em prol de uma equalização de arborização, tanto da parte urbana, quanto da parte rural”, afirma Ricardo Slomski, governador do biênio 2020/2021 do Distrito 4710 do Rotary.

A parceria foi firmada com a definição de durar até o ano de 2023, podendo ser renovada por mais dois anos. Serão feitos acompanhamentos, relatórios de atividade e apresentação de resultados ao término.

PARANÁ MAIS VERDE – A parceria também atende às diretrizes de recuperação ambiental do Programa Paraná Mais Verde e do Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa – Planaveg.

O Paraná Mais Verde foi lançado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, em setembro de 2019. O objetivo é despertar a consciência ambiental e aliar desenvolvimento ambiental, econômico e social.

Desde a criação do Programa até o dia 30 de março deste ano, foram doadas mais de 3 milhões de mudas nativas através dos viveiros do IAT. Isso representa uma área de restauração estimada de 1,83 mil hectare, ou seja, aproximadamente 1.830 campos de futebol.

Veja AQUI como adquirir mudas pelo IAT.

Foto: IAT

(AENPR)

Relacionadas

Leave a Comment