Toledo: Prefeito e Vice prestigiam lançamento de linha de montagem de carros elétricos

Autoridades, entres elas representantes da administração municipal, participaram nesta sexta-feira (26) do lançamento da linha de montagem da Movi Electric. O evento aconteceu no Biopark e serviu para apresentar as vantagens dos veículos elétricos a serem disponibilizados pela empresa para o Brasil. O evento contou com a presença de representantes do Ministério da Ciência e Tecnologia, da Secretaria de Educação do Paraná e da Argentina Sero Eletric, além da deputada federal Aline Sleutjes.

Durante o lançamento o prefeito Beto Lunitti destacou a importância da chegada da empresa e o papel de destaque que Toledo alcança com a produção de veículos elétricos para abranger o território nacional. “Toledo se destaca na produção agropecuária, é pioneira também em um parque tecnológico da envergadura do Biopark, entre tantas outras situações onde fomos alçados a destaque nacional. A produção de carros elétricos agora é uma delas”.

Beto aproveitou o momento para anunciar que o município investirá em tecnologias voltadas à educação por meio de programas que serão implantados pela Secretaria Municipal de Educação (SMED), com o intuito de avançar em tecnologia, preparando melhor as crianças para um novo tempo. “Queremos investir em tablets para crianças, professores/pesquisadores, redes wi-fi nas escolas, enfim, criar uma grande teia para fazer com que as crianças se encantem com as tecnologias e quiçá sejam as futuras desenvolvedoras de tecnologias como as que vemos hoje”, salientou.

Beto também teve a oportunidade de, junto com o vice Ademar Dorfschmidt, conduzir o veículo elétrico. Segundo o diretor comercial da Movi Electric, Fred Leite, o carro tem autonomia de 150 quilômetros com uma carga. “Dependendo do valor da tarifa de energia elétrica dos estados, o custo para rodar essa distância custaria R$ 5,00, o valor de um litro de gasolina em preços atuais”. O veículo já é homologado nos outros países do Mercosul e no Brasil este processo está em fase final.

Além da economia, também são destaques a sustentabilidade, pois o carro elétrico não queima combustível fóssil e o modelo de micro carro, conceito já bem disseminado nos principais países do mundo. “Ele permite estacionar em pequenos espaços, diminuindo o tempo de procura por vagas e o stress do motorista. Possuímos também parcerias com os principais parques tecnológicos do país na área de mobilidade elétrica, garantindo a evolução constante dos nossos veículos”, explicou Fred.

Sobre os carros

Segundo o site da empresa, a velocidade máxima é limitada a 50 km/h e com autonomia de até 150 quilômetros. Sua estrutura é construída com ligas de alumínio de alta resistência. As partes traseira e frontal são feitas de aço tubular para resistir a vários impactos. O corpo é feito de ABS com filme protetor UV contra raios solares. Serão três tipos de veículos para transporte de pessoas e cargas – carroceria e baú.

Foto e Texto: Secom Toledo

Relacionadas

Leave a Comment