Protocolado pedido de cassação ao prefeito de Boa Vista da Aparecida

Na manhã desta segunda-feira (22) foi protocolado na Câmara de Vereadores o requerimento de cassação do prefeito Leonir dos Santos. O cidadão boavistense Valério Fernandes foi quem deu início ao pedido.
Valério, que foi vereador do município por 4 mandatos e por três vezes presidiu a Câmara, disse que o mais importante em uma legislatura é a verdade perante os munícipes, pois são eles que os elegem e que os vereadores da atual gestão precisam ser verdadeiros e que analisem esse pedido de forma que cumpram com a verdade e que façam o melhor pelo município.
Para finalizar, Valério relembra que o respeito com o dinheiro público é muito importante e a lei é para ser cumprida. Para ele, o prefeito cometeu improbidade administrativa e quebra de decoro e os vereadores precisam estar conscientes disso, e a população também, pois o prefeito é quem deve dar o exemplo.

Abaixo o link do protocolo:

Protocolo Cassação Leonir dos Santos

Relembre o caso envolvendo o prefeito:

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu seis galos de rinha, que eram transportados em um carro oficial da prefeitura de Boa Vista da Aparecida (PR), cidade de 7,5 mil habitantes localizada próxima à região de Cascavel, capital do Oeste do Paraná.

Conforme a PRF, os agentes decidiram abordar o carro da prefeitura, porque o mesmo havia realizado uma ultrapassagem em local proibido. A polícia informou ainda que Leonir foi detido com o mesmo veículo em 2018, após dirigir embriagado na BR-163, em Capitão Leônidas Marques, próximo ao município em que cumpre seu segundo mandato.

Os agentes decidiram abordar o motorista, porque ele havia feito uma ultrapassagem em local proibido, e ao pedir a documentação foram surpreendidos ao saber que o condutor era Leonir Antunes dos Santos, prefeito do município, e mais: o veículo estava com licenciamento em atrasado e teve mais de R$ 13,1 mil em 46 multas de trânsito, entre 2018 e 2019, conforme dados do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran/PR).

O flagrante foi realizado próximo a Sarandi, a 284 km de Porto Alegre. Leonir Antunes dos Santos (PL) responderá judicialmente por maus-tratos aos animais e por improbidade administrativa, por usar veículo oficial. Segundo informações da PRF, ambas as ocorrências já foram repassadas ao Ministério Público.

Os agentes levaram o prefeito para a delegacia da Polícia Civil em Sarandi, e os galos foram encaminhados para o hospital veterinário de Passo Fundo.

Foto: Divulgação PRF

Da redação – Ederlize Alonço dos Reis

Relacionadas

Leave a Comment