Paranhos acompanha início do ano letivo na Escola da Transparência

Unidade escolar virou símbolo de transparência e respeito com o dinheiro público ao ser construída com economias das licitações do uniforme escolar
O prefeito Leonaldo Paranhos e a secretária de Educação, Marcia Baldini, participaram da solenidade que marcou o início do ano letivo na Escola da Transparência na manhã desta quarta-feira (10). A unidade escolar se transformou em símbolo de transparência e respeito ao dinheiro público ao ser construída com a economia da licitação do uniforme escolar.

Inaugurada em novembro do ano passado, a Escola da Transparência, localizada no Jardins Florais do Paraná, tem capacidade para atender até 240 alunos em período integral. A pandemia da Covid-19, no entanto, levou a um novo planejamento e esse início do ano letivo será em modelo híbrido, com parte dos alunos estudando em casa e outra parte participando de aulas presenciais.

Paranhos destaca que a decisão da família sobre o modelo de educação para o aluno, nesse momento, é fundamental. “Se existe uma pessoa de idade em casa e dá para esperar um pouco mais, com a criança ficando em casa, é importante”, avalia. Para os pais que decidiram enviar os filhos às aulas presenciais, que tem previsão de iniciar no dia 22 de fevereiro, a escola irá respeitar todos os protocolos sanitários que o momento exige.

Para o prefeito, esse será o ano letivo da responsabilidade individual, tanto do Município, quanto da família e da própria cidade. “Vejo que existe uma maturidade do poder público, dos servidores e das famílias que querem preservar o bem maior, que é a nossa vida”, observa Paranhos.

A secretária de Educação, Marcia Baldini, lembra que o ano letivo de 2021 tem início em um momento completamente diferente na história da humanidade, principalmente na educação.

“Isso traz bastante insegurança para as famílias, até para nós do sistema educacional, também ficamos com receio, No entanto, cabe agora a cada familiar estar definindo se os filhos vão vir de forma presencial ou de forma remota. As unidades escolares estão preparadas para retomar as aulas e vão tomar o maior cuidado possível para realmente voltar em segurança. É um processo novo que temos que estar reavaliando a todo momento”, diz.

A dona de casa Lucineia Alves retirou hoje as atividades remotas para os filhos que estudarão na Escola da Transparência. Ela disse que, assim que retornar as aulas presenciais, irá fazer questão de levar os filhos para a sala de aula. “É muito bom saber que é uma escola segura, excelente. Estão de parabéns. As crianças estão ansiosas para retornar”, afirma.

Ivonete  da Silva, mãe de aluno, também destacou a segurança do retorno às aulas presenciais. Ela diz que não é a mesma coisa estudar em casa e estar em sala de aula. Ivonete  também destacou a qualidade da unidade escolar. Ela conta que mora no Lago Azul e antes o filho estudava no Caic. “A escola, aqui para nós. ficou excelente”, afirma.

 

Ano letivo

A diretora Elisângela Cristina Zaniollo explica que inicialmente a unidade retorna com aulas pelo sistema remoto. “Os pais virão uma vez por semana retirar as atividades previamente preparadas pelos professores. Essas atividades iniciais serão um processo avaliativo para detectar o nível de aprendizado de cada criança. A partir desse processo avaliativo, os professores começam a elaborar os seus planejamentos para a gente poder iniciar o ensino híbrido, dividindo a sala”, observa.

 

Texto: Luiz Carlos da Cruz

Fotos: Vanderlei Faria

Related posts

Leave a Comment