Para permissionários do transporte escolar, vistoria transmite confiança a pais e alunos

Dos 74 veículos que passaram pela inspeção semestral da Transitar esta semana, 12 precisam retornar até sexta (23) com alguma adequação

Permissionários do transporte escolar urbano passaram esta semana pela vistoria semestral da Transitar, que começou segunda-feira (19) e foi concluída nesta manhã (21). “É a confiança de quem nos contrata, de que o trabalho é feito dentro das normas de segurança, que nos estimula a seguir sempre dentro da legislação e a manter o carro em dia”, disse Cleusa Aparecida Gomes Silva, que atua há 12 anos transportando estudantes.

Cleusa e mais 73 permissionários levaram as vans até o Terminal Rodoviário esta semana para que agentes de trânsito conferissem a documentação e diversos itens relacionados a um transporte seguro e dentro do que estipula o Código de Trânsito Brasileiro. Também foram conferidas normas sanitárias exigidas neste momento que atravessamos uma pandemia e que cuidados são necessários para evitar a proliferação do coronavírus. “A gente procura manter o carro em ordem o ano todo para não precisar voltar após a vistoria”, ressaltou a permissionária.

E esse cuidado é imprescindível. Segundo o encarregado do setor de Transportes Alternativos da Transitar, Claudinei Andrade, itens em desacordo com a legislação podem interferir na inspeção e impedir a certificação que classifica o veículo como apto a transportar estudantes.

Nessa segunda vistoria do ano, que começou segunda-feira (19) e terminou nesta manhã (21), dos 78 veículos programados para serem vistoriados, quatro não compareceram e 74 foram fiscalizados. Desses, 62 estão aprovados. A relação pode ser consultada no site da Transitar.

“Os 12 que apresentaram alguma pendência têm até sexta-feira (23) para reapresentar o veículo no Departamento de Trânsito”, esclarece Claudinei Andrade.

As pendências, na grande maioria, estão relacionadas à documentação obrigatória, de fácil solução até o prazo estabelecido para o retorno.

Esperança

Luiz Henrique Borges, que também passou pela vistoria esta semana, lembrou que o transporte escolar foi um dos setores fortemente afetados pela pandemia. Apesar de um bom tempo parados, os permissionários mantiveram os veículos em dia aguardando a retomada das aulas presenciais e apostam, agora, neste segundo semestre de 2021. “Acreditamos que o cenário comece a ser mais positivo. O carro está sempre pronto, para que a qualquer momento possamos estar na ativa de novo; e a segurança é um fator importante para o trânsito, para os alunos e pais que contratam e, igualmente, para nós que atuamos na área. Como condutor me sinto seguro também com essa manutenção“.

Foto e Texto: Secom Cascavel

Relacionadas

Leave a Comment