Para permissionários de vans escolares, “a esperança está voltando”

Categoria passa pela vistoria semestral acreditando na retomada gradativa da atividade
O pátio do Terminal Rodoviário de Cascavel amanheceu ainda mais movimentado nesta quarta-feira (3). Logo cedo quase 30 vans já aguardavam o início da vistoria semestral do transporte escolar urbano com permissionários confiantes em um ano mais promissor do que foi 2020, que deixou um rastro de prejuízos para a categoria, uma das seriamente afetadas com a pandemia que suspendeu as atividades escolares presenciais.

“A esperança está voltando”, disse Carlos Alberto Slompo, enquanto aguardava a vistoria da van, ferramenta de trabalho dele que transporta alunos de colégios particulares, os quais estão retomando atividades esta semana. “Graças a Deus tudo isso vai passar”, comentou, citando as dificuldades enfrentadas no auge da pandemia. “Foi um ano difícil, pois o transporte é nosso ganha-pão, então corremos atrás de empréstimos para sobreviver até amenizar. Agora acreditamos que tudo em breve será normalizado.

Para o permissionário Artêmio Gamla, a ansiedade de retomar a atividade é grande, contudo, como transporta a garotada da rede pública, ainda precisa aguardar algumas definições, “com toda a segurança e tranquilidade para não colocar ninguém em risco. Mas estamos muito confiantes que este ano já será bem diferente do que 2020, quando usei minha aposentadoria para manter a van parada”.

Artêmio conta que é necessário estar com o veículo em dia, pois há esperança de que a qualquer momento as aulas presenciais sejam retomadas. “Muitas crianças já estão doentes por falta de envolvimento social; tenho acompanhado isso de perto e vejo que, gradativamente, poderemos voltar”.

“Com segurança, a gente trabalha mais tranquilo”

Para Slompo, a vistoria dos veículos é fundamental para iniciar o ano e transportar a garotada e os universitários, clientela importante para que possa desempenhar a atividade. “Isso nos dá mais segurança e, assim, a gente trabalha mais tranquilo”.

Artêmio Gamla contou que como a van ficou praticamente parada o ano todo, para esta vistoria foi preciso apenas trocar a carga do extintor e renovar a cópia da documentação. “Mantenho sempre tudo em dia, pois sabemos que a atividade requer segurança para nós e para quem contrata”.

Sobre a vistoria semestral

De acordo com o encarregado do setor de Transportes Alternativos da Transitar, Claudinei Andrade, os pais devem ficar atentos na hora de formalizar o contrato com um transporte escolar. “Os veículos só podem transportar estudantes com tudo em dia, o que lhe dá a condição de receber o selo da Transitar para o semestre; é para este semestre, por exemplo, deve estar visível no canto direito superior do para-brisa o selo informando o ano 2021 e o número 1 (da primeira vistoria), o que confere que o carro está apto a realizar o serviço”.

O setor de Transportes Alternativos da Transitar e a Divisão de Gestão de Trânsito iniciaram hoje (3) e concluirão amanhã (4) a vistoria do transporte escolar urbano. As vans estão sendo inspecionadas no Terminal Rodoviário. Nesta manhã foram vistoriados 28 veículos (dois não compareceram).  No período da tarde são esperados mais 30. Os demais nesta quinta.

Transporte Escolar Rural

Ontem (2) foi concluída a vistoria a vistoria da frota que atua no transporte de alunos da área rural de Cascavel. Dos 33 veículos informados pela Secretaria de Educação, dois não compareceram à inspeção; das 31 vistorias realizadas, cinco ainda precisam retornar com alguma regularização até sexta-feira (5).

Texto e imagens: Rosane Richetti

Relacionadas

Leave a Comment