Operação Safra faz reparos em estradas, bueiros e pontes no interior de Cascavel

Trabalhos de recuperação de estradas foram intensificados para garantir o escoamento da safra agrícola

A chuva registrada em Cascavel nos últimos dias trouxe alívio para o abastecimento, com  os reservatórios voltando aos níveis normais, mas trouxe também alguns transtornos principalmente para os moradores da zona rural. De acordo com o agrometeorologista Reginaldo Ferreira em Cascavel choveu 405,3mm, somente no mês de janeiro.

O excesso de chuva tem afetado a produção de grãos e as condições de trafegabilidade  das estradas. Devido a isso, e com a proximidade do início da colheita da safra de verão e do ano letivo, a prefeitura de Cascavel deu início a Operação Safra 2021.

Paralelo a este trabalho que vem sendo realizado nos quatro quadrantes que foi dividido o município, nos distritos de São João, Sede Alvorada, São Salvador e Juvinópolis. a Secretaria de Agricultura (Seagri) também está fazendo alguns reparos em pontes e bueiros localizadas no interior do Município..

No Reassentamento São Francisco, a ponte de madeira, foi atingida pelas chuvas causando danos e dificultando o uso do equipamento.. O local está sinalizado para garantir a  segurança dos usuários A Seagri (Secretaria Municipal de Agricultura) já fez um levantamento da situação e fará o reparo emergencial. Após isso, um estudo técnico está programado para viabilizar uma nova estrutura para a localidade.

Chuvas

O ano de 2020 foi relativamente muito seco em Cascavel e, desde 2019, a estiagem vem atrasando o plantio. Até 30 de novembro do ano passado choveu cerca de 900 milímetros em Cascavel.  No mês de janeiro deste ano, foram 405,3mm. Esta situação é totalmente atípica porque era esperado para o mês cerca de 180 milímetros. Para fevereiro a expectativa é que ainda chova significativamente. “Toda a chuva desta temporada, desde primeiro de dezembro pra cá, resulta em 700 milímetros. De primeiro de janeiro de 2020 a novembro de 2020, choveu 900 milímetros. De primeiro de dezembro do ano passado até agora, choveu 700 milímetros. Se continuar chovendo assim pode ser que a gente  alcance todo índice do ano passado até novembro, nestes três meses”, avalia o meteorologista.

Foto e Texto: SECOM CASCAVEL

Relacionadas

Leave a Comment