Operação Moto Segura convoca motociclistas a defender a vida no trânsito

Pelo segundo dia, abordagem educativa da Transitar reforça que todos podem contribuir para maior segurança na via pública

“No trânsito, as pessoas se transformam”, disse a empreendedora Rosana Silva nesta manhã (10), ao passar pela Operação Moto Segura na Rua São Paulo, proximidades da Praça Wilson Joffre, Centro de Cascavel. Utilizando a motocicleta para fazer as entregas dos alimentos que lhe dão o sustento, Rosana disse que vê barbaridades diárias nas vias públicas, “mas é importante que alguém oriente e corrija, para que possamos segurar as rédeas”, referindo-se à ação educativa da Transitar, que pelo segundo dia consecutivo está convocando a categoria a defender a vida no trânsito.

A orientação dos agentes de trânsito, coordenados pelo Setor de Educação da Transitar, é justamente no sentido de conscientizar para mudar o cenário de violência nas ruas, fruto da pressa que leva, muitas vezes, a desrespeitar as normas e as demais pessoas que dividem o mesmo espaço público.

Há sete anos trabalhando no serviço de motofrete, Eribelto Rodrigues de Souza também recebeu as orientações hoje na ação educativa. Contou que está difícil circular em segurança devido a uma cultura do desrespeito que se instalou entre os condutores. “É interessante incentivar motoboys e motociclistas para que tomem mais cuidado, pois o desrespeito no trânsito é uma realidade diária.  Vejo muitos companheiros de trabalho passando no sinal vermelho na pressa, andando no corredor, abusando da sorte e se colocando em risco. Mas muitos carros também já não nos respeitam por conta dos ditos motoqueiros, por culpa de muitas motos de vila que andam com escape barulhento; muita gente pegou raiva de motociclista e não respeita mais; por culpa de uma minoria, todos pagam agora. Tem motorista que joga o carro em cima da moto”, relata.

Foco na segurança

A orientação da Transitar é para desenvolver empatia no trânsito, respeitando os demais usuários da via, além do cuidado com a própria segurança. “Orientamos a usar corretamente o capacete, bem preso e com a viseira baixa; usar vestimenta adequada e circular na velocidade permitida para a via. Outra dica é cuidar no momento de fazer uma conversão à esquerda ou à direita, para não sair bruscamente de um local oculto, a fim de ter tempo de ser visto pelos demais condutores”, destacou a educadora de trânsito da Transitar, Luciane de Moura.

Responsabilidade compartilhada

Este ano, por orientação do Conselho Nacional de Trânsito, as campanhas de trânsito enfatizam que “No trânsito, a sua responsabilidade salva vidas”, de forma que todos precisam assumir o compromisso de zelar pela segurança de si e dos demais enquanto usuários ativos da via pública, em todos os modais.

Ontem (9) a Transitar iniciou as ações educativas enfocando a segurança do motociclista, com a Operação Moto Segura na Rua Erechim. Hoje a ação foi realiza na Rua São Paulo e amanhã (11), às 9 horas, será realizada novamente na Rua Paraná x Engenheiro Rebouças.

Texto: Rosane Richetti
Fotos: Vanderlei Faria

Relacionadas

Leave a Comment