No dia Mundial da Tuberculose, Saúde chama atenção para cuidados com a doença

Segundo os dados da Vigilância Epidemiológica, em Cascavel são diagnosticados, em média, 80 casos novos ao ano

Tuberculose não é coisa do passado. Embora não seja uma doença nova, é altamente contagiosa e tem uma taxa de mortalidade considerada alta.
Hoje, no Dia Mundial da Tuberculose, para chamar atenção para a doença, profissionais da Secretaria de Saúde de Cascavel prepararam material de orientação para alertar profissionais da saúde e a população.
As ações de controle da tuberculose sofreram um impacto nos últimos 12 meses, em consequência da pandemia de Covid-19. Houve uma redução no número de diagnóstico e solicitação de exames. Ontem (23), em um evento virtual com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), esses dados foram discutidos. A redução do número de exames sugere que, devido ao isolamento social, muitas pessoas podem estar infectadas e sem o diagnóstico a doença. Em todo o Paraná, o número de exames caiu em 40,1%.
Mas é justamente nesse momento que os cuidados em relação à prevenção à tuberculose precisam ser redobrados.
“As pessoas com tuberculose são as mais vulneráveis. Outro problema é que a Covid-1 pode confundir paciente e profissionais”, alerta a enfermeira da vigilância, Tatiane Mello.
Outro ponto preocupante é que conforme a epidemia avança, mais pessoas com tuberculose podem ser atingidas, o que pode resultar em casos mais graves da covid-19.
Segundo os dados da Vigilância Epidemiológica, em Cascavel são diagnosticados, em média, 80 casos novos ao ano. “Homens são os mais cometidos pela doença entre 20 aos 29 anos”, diz a enfermeira
Números
Entre 2015 a 2020, foram notificados no município de Cascavel 399 casos da doença e 18 pessoas morreram.
Outro problema relacionado a tuberculose é o fato de pacientes abandonarem o tratamento médico acreditando estar curados, justamente o que pode levar ao óbito, pois é uma doença insidiosa. Em Cascavel a taxa de letalidade é de 4,5%.
É um momento de reflexão para todos os cuidados com a saúde.
Todo o tratamento é gratuito, fornecido exclusivamente pelo SUS. O diagnóstico é feito nas unidades de saúde, bem como o acompanhamento e monitoramento dos casos.
Tuberculose e a covid-19 atingem os pulmões e podem enfraquecer o organismo. A forma de prevenção é praticamente as mesmas “Evite aglomeração, não compartilhe talhares e cuidar ao tossir e espirrar”, orienta Beatriz Tambosi, gerente Vigilância Epidemiológica.
(Secom Cascavel)

Related posts

Leave a Comment