Município quer ampliar o hábito de reciclar do cascavelense

Dia Mundial da Água em Cascavel é celebrado com lançamento de campanha

Nesta segunda-feira (22) em que é celebrado o Dia Mundial da Água em Cascavel, o município, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), faz questão de lembrar o quão importante ela é para a vida humana.

Nesta manhã, durante o lançamento da programação de uma série de ações para conscientizar a população, gestores da Sema reforçaram atos simples da nossa rotina que de maneira consciente representam uma grande economia para o bolso e para o planeta.

Você sabia, por exemplo, que o banho de ducha por 15 minutos, com o registro meio aberto, consome 135 litros de água? Agora imagine o impacto disso na sua conta no fim do mês?

Justamente focando nesse trabalho de educação ambiental que o município pretende ampliar a separação de resíduos nas residências, evitar que o lixo pare em rios e reduzir o impacto no meio ambiente.

“O percentual de separação de todo lixo residencial ainda é muito pequeno. Mas é algo possível para a população. Por isso precisamos divulgar o programa Coleta Legal para chegar no maior número de casas”, afirma o secretário de Meio Ambiente Nei Haveroth.

Além de pensar na sustentabilidade, o Coleta Legal dá suporte e renda para diversas famílias de coletores, atingindo pelo menos 160 cooperados que sobrevivem com dinheiro da reciclagem.

“A parceria com as cooperativas é justamente chegar ao conhecimento dos moradores sobre a importância e como fazer a separação, já que muitos cascavelenses ainda não sabem o que pode ser reciclado”, ressalta o diretor do Meio Ambiente, Ailton Martins Lima.

A estrutura para os agentes ambientais está sendo ampliada com a instalação de mais Ecopontos em Cascavel. A unidade do Jardim Brasília e Quebec, que está em construção, e vai integrar a rede de seis ecopontos, três deles – Santa Cruz, Melissa e Cascavel Velho – já em atividade. Além da estrutura na rua Manaus que também funciona.

Indialara Rossa responsável pela Educação Ambiental do município diz que devido à pandemia existem algumas restrições.

“Vamos atuar de porta a porta ensinando o morador com folder, entregando a bolsa de rafia e imã de geladeira para que mais pessoas participem, separando os resíduos”.

Não há restrições para participar do programa de reciclagem em Cascavel. Os caminhões passam em toda a cidade, inclusive na área rural. O agendamento pode ser feito pelo 3902-1392.

Programação

Semana de 05 a 09 de abril:  serão exibidos vídeos nas redes sociais do Município mostrando a importância da separação e a rede coleta do município (ecopontos, caminhões, cooperativas, etc)

Semana de 12 a 16 de abril: Cursos e treinamentos de capacitação para os cooperados com ações em parceria com ITAIPU, SANEPAR e outros.

Semana de 19 a 24 de abril: Ação de conscientização nas ruas, porta a porta, com distribuição dos sacos de rafia do Programa Reciclar é Preciso e uso de carro som nos caminhões das cooperativas

Fase 4:

Semana de 26 a 30 de abril: Avaliação dos resultados e divulgação do balanço da coleta em comparação com mês anterior

Foto: Vanderlei Faria

(SECOM CASCAVEL)

Relacionadas

Leave a Comment