Milagre Azul: Conheça o filme cristão da Netflix que promete ser o novo ‘Milagre na Cela 7’

Milagre Azul — que figura entre as maiores estreias de maio no catálogo da Netflix — é um daqueles filmes que vão te fazer chorar horrores. Baseado em fatos reais, a trama fala sobre a Casa Hogar, orfanato que está à beira da falência. Para tentar salvar o local, Omar — dono do abrigo — inscreve os moradores em um campeonato de pescaria. Caso ganhem o prêmio, conseguirão impedir que o governo tome a residência. Se perderem, todos irão para a rua.

Apesar de retratarem situações diferentes, Milagre Azul e Milagre na Cela 7 possuem ganchos bem semelhantes. O primeiro fala sobre um grupo de crianças que precisa vencer uma competição extremamente difícil para não irem morar na rua. Já o segundo aborda o drama de um deficiente mental que é acusado injustamente de homicídio.

Caso não prove a sua inocência, será sentenciado à morte. Portanto, em ambas as tramas, os personagens possuem chances pequenas de prosperar, e contam com a fé e otimismo para tentar escapar de destinos cruéis. Tem mensagem melhor para os tempos atuais?

Milagre Azul é baseado em fatos reais que aconteceram em 2014, na região do México. Na época, um orfanato foi atingido por um furacão, tendo grande parte de suas instalações prejudicadas. Para piorar, o banco local exigiu que os donos pagassem as dívidas do local em poucas semanas. Então, a única forma de contornar a situação foi embarcando em uma competição arriscada para ganhar dinheiro.

Entretanto, Milagre na Cela 7 é uma história fictícia. Apesar do autor ter se inspirado em alguns eventos trágicos da sociedade, a trama de Memo só aconteceu nas telinhas. Ainda bem, né?

Mesmo que Milagre Azul tenha uma abordagem mais direta acerca da religião, as duas produções da Netflix flertam com a mesma temática: a fé na vida para conseguir superar obstáculos grandiosos. Portanto, os fãs do longa estrelado por Aras Bulut provavelmente vão adorar a nova aposta dramática do serviço de streaming.

(Fonte Adoro Cinema)

 

 

Relacionadas

Leave a Comment