Meio Ambiente: prefeito e comitiva do Sudoeste conhece logística dos ecopontos

Com quatro Ecopontos em funcionamento, em parceria com a Itaipu Binacional, Cascavel torna-se referência no trabalho de fomentar trabalho e renda aos trabalhadores de materiais recicláveis

Nesta quinta-feira (13), o secretário Municipal do Meio Ambiente, Nei Haveroth, e a engenheira Ambiental, Keila Kochem, recepcionaram o prefeito  Jean Catto, de Santa Izabel do Oeste, município do Sudoeste do Paraná. Ele esteve em Cascavel acompanhado do secretário municipal do Meio Ambiente, Alberto Fernando dos Santos, a Zootecnista, Leslie Defante e o técnico Agrícola, Douglas Kenpa.

Na oportunidade foi apresentado aos visitantes como funciona o trabalho de recolhimento de materiais recicláveis, através dos Ecopontos. Cascavel tornou-se referência na organização de cooperativas de trabalhadores de seleção de resíduos sólidos, e que conta com a parceria da Itaipu Binacional.

De acordo com a engenheira ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Keila Kochem, a recepção aos municípios mostra que o cenário determinante e desafiador acolhido por Cascavel trouxeram exemplos de como é possível trabalhar a educação ambiental na separação correta do lixo pela população. E com isso, oferecer aos trabalhadores de materiais recicláveis, a formalização do ofício estruturado por meio de cooperativas.

“Hoje temos quatro Ecopontos em operação atualmente, com 120 trabalhadores na triagem de materiais. No próximo mês, iniciaremos a operacionalização de um mais um Ecoponto no bairro Quebec e a reforma do Ecoponto Rua Manaus, a ser concluído no segundo semestre deste ano”, destacou Keila.

“O modelo de Ecoponto em outros municípios será importante não só para ter uma cidade cada vez mais limpa, mas também oportunidade de trabalho e renda aos trabalhadores de recicláveis”, destacou Keila.

O Prefeito de Santa Izabel do Oeste, Jean Catto, enalteceu o trabalho da administração cascavelense, e enfatizou a expectativa de levar a sua população o trabalho de coleta seletiva. “Estamos buscando alternativas para aplicar esse processo de recolhimento e separação dos resíduos nesta gestão. Entendemos que é necessário começar logo esse trabalho para além de dar destino correto ao lixo, oferecer aos trabalhadores um local e renda pelas suas atividades”, informou o prefeito.

Foto e Texto: Secom Cascavel

Relacionadas

Leave a Comment