Maio: Toledo realiza ações de combate à violência ao público infanto-juvenil

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes será lembrado no próximo dia 18 (terça-feira), mas Toledo desenvolverá ações alusivas à data durante todo o mês de maio. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Proteção à Família (SMAS) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) estão coordenando ações que abordarão esta temática sob vários pontos de vista.

O material de divulgação da campanha apresenta o lema “Esquecer é permitir, lembrar é combater”, que é reforçado pelo objetivo geral de que “é preciso garantir que toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual” e pelas hashtags #IsolamentoSemAbuso e #FaçaBonito. “Enviamos ofícios às entidades governamentais e não governamentais que atendem o público infanto-juvenil que integram o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e as incentivamos a fazer e filmar ações alusivas à data e juntar tudo isso num vídeo que terá a música ‘Meu corpo é um tesourinho’ como trilha sonora”, explica a integrante da Comissão de Divulgação do CMDCA, Adriane Lenice Genari Dias.

A diretora de Proteção Social Básica da SMAS e vice-presidente do CMDCA, Camila Taiara Perachi, explica que a descentralização das ações se dá em virtude da pandemia do novo coronavírus, momento em que reuniões com grande número de pessoas não estão sendo aconselhadas. “Além deste vídeo estamos programando o ato de lançar, na semana do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, luzes alaranjadas sobre o lago do Parque Ecológico Diva Paim Barth, uma forma de marcar esta data com a cor que representa esta causa”, anuncia.

De acordo com a diretora, o envolvimento da sociedade é fundamental para a superação deste problema, ainda mais agora que a maioria das crianças e dos adolescentes estão sem aulas presenciais. “O abuso e exploração sexual deste público são situações que não aparecem facilmente e as instituições de ensino têm instrumentos para detectar este problema e acionar os órgãos competentes, como o Conselho Tutelar. Para que esta informação chegue a estes órgãos, é necessário que não nos calemos quando um caso destes acontecer perto da gente”, destaca. “Neste contexto, o poder público municipal tem agido, por exemplo, para manter o vínculo por meio de atividades remotas oferecidas pelos serviços de fortalecimentos de vínculos realizados pela Assistência Social. A sociedade, por ocasião do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, também é convidada a fazer parte deste esforço”, pontua.

Denúncia

Instituído pela Lei Federal nº 9.970/2000, o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes é lembrado em 18 de maio porque nesta data, em 1973, a menina Araceli Crespo, de apenas 8 anos de idade, foi violada e violentamente assassinada. Apesar de hediondo, este crime segue impune e se tornou um símbolo na luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes.

Para que outros casos como os de Araceli não aconteçam mais, é necessário que a população não tenha medo de denunciar situações de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Em Toledo, esta ação, que pode salvar uma vida que ainda está começando, pode ser feita aos Conselhos Tutelares pelos telefones 3378-8640 e 3378-8642 ou nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) – 3378-8334/3378-1267. Outra opção é comunicar este tipo de caso pelo 100, o Disque Denúncia mantido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

(Secom Toledo)

Relacionadas

Leave a Comment