Jualiano Son com a Banda Livre estarão na Marcha Para Jesus

Expectativa é de que neste ano a Marcha Para Jesus reúna cerca de dez mil pessoas em Cascavel,numa tarde de louvor adoração a Deus

A Marcha Para Jesus 2019 promete entrar para a história de Cascavel como a maior já realizada em todos os tempos. Organizada pela Opevel (Ordem dos Pastores Evangélicos de Cascavel), o maior evento gospel da cidade tem apoio da Secretaria de Cultura e Esportes e, neste ano, será realizado no dia 25 de maio.

De acordo com o pastor Daniel Orlandi, presidente da Opevel, a 13ª edição da Marcha está sendo organizada desde o início do ano e o objetivo é levar 10 mil pessoas às ruas de Cascavel.

Neste ano, o evento terá a participação do cantor Juliano Son, vocalista da banda Livres, que tem músicas impactantes como a canção “Lindo És”.

“A marcha para Jesus vem com foco de trazer unidade para as igrejas de Cascavel e região e para que o nome do nosso Deus seja adorado e exaltado na nossa cidade”, explica o pastor Daniel.

Mais uma vez a Marcha terá como tema “Pela Família e pelo Brasil”.

Banda Livres

Conhecida pela musicalidade e letras que retratam o compromisso social cristão, a banda Livres surgiu em 2005. Juliano Son, líder e vocalista da, gravou o primeiro CD ‘Livres para Adorar’ com o propósito de promover e apoiar financeiramente projetos e ações que resgatam crianças do sistema de violência e injustiça.

Ao longo dos anos, por meio das canções, mensagens e ações, Juliano Son assumiu o papel de promover em meio ao seu público o engajamento às causas sociais.

Atualmente, a banda Livres tem sete CDs gravados: Livres Para Adorar (2005); A Mensagem (2006); Pra Que Outros Possam Viver (2009), Mais Um Dia (2011), Mais Um Dia – Ao Vivo (2013), Só Em Jesus (2015) e Ao Vivo em São Paulo (2017); além de dois DVDs musicais gravados ao vivo: Pra Que Outros Possam Viver (2010) e Mais Um Dia (2013).

Resultado de um trabalho consistente, a banda Livres tem participado de diversos eventos a convite de igrejas e prefeituras, Marchas para Jesus e conferências que, reunidos, alcançam mais de 845 mil pessoas ao ano. Por onde vai, o Livres se torna porta-voz da causa social de transformação e investimento na vida dos ‘invisíveis’, promovendo o engajamento de muitos.

Michelle Bolsonaro

No dia 28 de março, a primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu uma comitiva liderada pelo cantor Juliano Son no Palácio da Alvorada. Juliano é fundador do Instituto Livres, que atua desde 2006 no sertão do Nordeste na transformação da vida de pessoas em situação de risco.

E foi justamente essa a pauta da conversa entre os dois. No Instagram, Juliano relatou que apresentou à Michelle a real situação do povo sertanejo.

“ Fui lembrado dos inúmeros trechos de vídeos da primeira entrevista que a Michelle Bolsonaro concedeu para a TV. Ela confessava um forte sentimento pelo sertão e demonstrava ter um coração voltado para as pessoas em situação de vulnerabilidade. E que bom foi perceber uma pessoa humana, acessível e que é consciente do seu propósito diante de todo novo cenário que vive”, testemunhou o cantor.

Related posts

Leave a Comment