Igreja cria Pastoral da Diversidade no Rio e divide católicos

A Diocese de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, criou a Pastoral da Diversidade para discutir principalmente questões ligadas à comunidade LGBT. A criação tem causado polêmica, dividiu até religiosos católicos, mas movimentos LGBT se preparam para defender Dom Luciano Bergamim, bispo da diocese.

Dom Luciano foi quem anunciou a criação da pastoral (Foto: O Globo)

De acordo com Cátia Cilene, presidente do Grupo Ellos, ong que organiza a Parada Gay no município, novas reuniões do grupo serão convocadas para definir novas estratégias de diálogo com a Igreja Católica.

“Vamos elaborar novas propostas para enfrentarmos as críticas que surgirão. Não só em cima dele (bispo Dom Luciano Bergamim) quanto contra a gente também. Nova Iguaçu tem resistência para qualquer política voltada ao público LGBT”, expõe Cátia.

A dirigente classificou ainda a iniciativa da Diocese do município de um “marco na luta pelos direitos humanos”. Ela torce também para avanços nas legislações que criminalizam a homofobia.

A Diocese de Nova Iguaçu deu início, no último sábado, aos encontros da Pastoral da Diversidade, destinada a pessoas LGBTs. A iniciativa — inédita no estado do Rio — foi anunciada pelo próprio bispo da região, Dom Luciano Bergamim, de 73 anos.

A medida, entretanto, dividiu opiniões dentro da própria Igreja. O perfil pessoal do bispo chegou a ser atacado de críticas de católicos que acusam o bispo de deturpar a doutrina do catolicismo.

“ Teve gente que achou que era uma atitude errada. Jesus foi criticado e até crucificado. O objetivo não é dizer quem está certo, errado, se você vai para o céu ou inferno. O objetivo é respeitar, compreender, amar e acolher. Eu já sabia que seríamos criticados”, declarou dom Luciano ao “Mais Baixada”.

Esta é a terceira Pastoral da Diversidade criada no país (a primeira foi em Belo Horizonte e outra em Curitiba). No exterior, existem em Santiago, no Chile, Londres, na Inglaterra, e Los Angeles, nos EUA.

Com informações do Jornal Extra

Relacionadas

Leave a Comment