Fundetec produz mais 150 estações de proteção para o atendimento à população

Os protetores em acrílico serão destinados à Prefeitura e Agência do Trabalhador

Ainda na luta contra a Covid-19, a Fundetec (Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico) em conjunto com a Prefeitura Municipal de Cascavel, está desenvolvendo novas estações de proteção que serão utilizadas no atendimento à população. A iniciativa se deu em 2020, no qual 110 protetores em acrílico foram confeccionados e encaminhados as Secretarias de Assistência Social, de Finanças e de Desenvolvimento Econômico e para a Acesc.

Diante dos bons resultados, mais 150 estações foram solicitadas pela Secretaria de Planejamento e Gestão, por meio da Medicina do Trabalho. “Esse equipamento foi desenvolvido para gerar uma segurança maior tanto para a população quanto para o servidor que está prestando o atendimento. A gente já fez quase toda a instalação na parte de baixo da prefeitura e na semana que vem vamos começar nos andares superiores”, informa o gerente de Divisão da Medicina e Segurança do Trabalho, Marcos Barros.

Além de ser mais um item essencial na prevenção, a fabricação desses equipamentos trouxe também mais economia ao Município, conforme explica o coordenador de gestão da Fundetec, Samuel Pedro Ribeiro, “essa economicidade se dá pela prefeitura comprar a chapa completa e a Fundetec ter as máquinas que fazem o corte dessas chapas. Então, a Fundetec entrou com a mão de obra e os equipamentos”.

Para a servidora e encarregada de setor da Sefin, Roseli Coelho Severino, o uso dos protetores em acrílico geram mais tranquilidade durante os atendimentos, “Essas estações deram uma proteção maior, pois antes estávamos muito expostos, porque a pessoa chega começa conversar e aí querendo ou não, há contato e com essa proteção resolveu bastante”.

Além das secretarias do município, na manhã desta segunda-feira (19) a Agência do Trabalhador também recebeu 21 unidades da Fundetec.

Ações contra Covid-19 em 2020

Desde o ano passado a Fundação utiliza a tecnologia como aliada no combate ao coronavírus. Com o uso de impressora 3D e uma cortadora a laser, foram produzidas cerca de 1.000 face shields que foram entregues aos profissionais que se enquadravam dentro dos serviços essenciais. Além da fabricação de máscaras com escudos faciais, a Fundação confeccionou cerca de 10 caixas de intubação, destinadas às Secretarias de Saúde de Cascavel e Corbélia e Toledo. Também foram feitos mais de 700 ajustes de máscaras normais (cirúrgicas e de tecido), que foram doadas aos servidores da Prefeitura.

Outra ação, foi a produção de dois mil litros de álcool 70% feito pelo Laboratório Físico Químico, graças a doação da matéria prima da empresa Estrada Distribuidora. O produto foi repassado ao Provopar e para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico que distribuiu aos vendedores ambulantes para a higienização de seus equipamentos.

Retomada Econômica: Radar de Inovação

O programa foi criado pela Fundetec com a realização da Acic Labs, Sebrae, Sicoob e apoio da Mackwave. As atividades tiveram início ainda antes da pandemia e no total 57 projetos foram inscritos, sendo 20 selecionados na primeira etapa e desses, seis foram finalistas e graduados. O Edital contou com duas fases e as seis startups finalistas receberam mentorias, além de um auxílio financeiro mensal de R$3 mil para serem investidos nas ideias. Com um ano atípico, no qual o distanciamento é recomendado, as atividades do Radar de Inovação foram feitas quase que 95% remotamente, mas não impediu que o contato entre organizadores e participantes interferissem no aprendizado.

Foto e Texto: Secom Cascavel

Relacionadas

Leave a Comment