Escola da Transparência é modelo para o Paraná, afirma presidente da Fundepar

Instituição construída com a economia das licitações dos uniformes impressiona representante do Estado

Inaugurada recentemente, a Escola da Transparência é motivo de orgulho para os cascavelenses. A unidade, que foi construída com a economia dos recursos das licitações dos uniformes escolares, tem uma estrutura de mais de 4 mil metros quadrados, com salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditório, refeitório, ginásio coberto e entre outros. Atrativos que vão beneficiar cerca de 500 alunos que estudarão na unidade em tempo integral.

Todos esses pontos positivos impressionaram o presidente da Fundepar (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional), Alessandro da Silva Oliveira, que fez questão de conhecer a escola após uma recomendação do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, que também já passou pela unidade. Com uma equipe técnica com agentes do Núcleo Regional de Educação, ele fez uma visita hoje ao local, onde foi recepcionado pela secretária de Educação, Márcia Baldini.

“Além da ideia de transparência, usar um recurso que poderia ‘ser perdido’ entre aspas e usar para a educação é fantástico. A estrutura da Escola, a forma, o modo que foi construído certamente teve um empenho muito grande. É muito bacana e gratificante a gente poder ter esse compartilhamento de conhecimento. O governador junto com o prefeito (Leonaldo Paranhos) andam juntos e olhar uma escola dessa e poder tentar de alguma forma replicar o que é bom, e trazer também o que é bom do Governo do Estado para dividir com o município é muito bacana. A ideia da Fundepar e dessa gestão é isso mesmo, é fazer o melhor pela educação, não tem conceito político, a não ser a melhor educação para o aluno”, pontua o presidente da Fundepar.

Segundo Alessandro, que, aliás é cascavelense, a escola serve de modelo para outros municípios do Paraná. Outro ponto que ele destacou foi o fato sustentabilidade adotado pela Escola da Transparência, com o uso da energia solar e o reuso da água. “Tem muita ideia boa que dá para copiar”, observa.

Vale destacar que o prefeito Leonaldo Paranhos já garantiu a construção da segunda Escola da Transparência, que será ainda maior que a primeira. O objetivo é construir quatro unidades ao todo, uma em cada região de Cascavel.

O presidente da Fundepar e sua equipe visitaram também a recém-entregue Escola Municipal Gladis Maria Tibola.

(Texto e fotos Secom)

Relacionadas

Leave a Comment