Entidades lançam, nesta quarta, campanha por pedágio sem outorga

Uma campanha que passa a ampliar informações e sensibilização sobre os riscos de o Oeste e o Paraná continuarem pagando uma das mais caras tarifas de pedágio do mundo vai ser oficialmente lançada nesta quarta-feira, às 10h, na Acic. Entidades dos mais diferentes setores decidiram criar uma ação que defenda um modelo de pedágio sem a cobrança da outorga onerosa, considerada um aspecto bastante preocupante e que fragiliza a proposta de concessão apresentada pelo governo federal.

O evento desta quarta-feira, que observará cuidados sanitários rigorosos, contará com a presença de representantes de entidades de toda a região e também abrirá espaço para coletiva à imprensa. “Precisamos agir e unir forças, porque do contrário o Oeste e o Estado vão seguir pagando uma tarifa elevadíssima e que comprometerá seriamente a competitividade da produção e da economia de um dos principais celeiros do Brasil”, diz o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento, Rainer Zielasko.

Durante reunião convocada pelo Codesc (Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Cascavel), na noite de segunda-feira, o POD fez a apresentação da proposta do novo modelo de pedágio ao Paraná. Com a colaboração do ex-presidente da Acic e diretor da Fiep, Edson José de Vasconcelos, vários pontos foram comentados e esclarecidos e, diante dos riscos citados, de um pedágio caro e devido à outorga onerosa e degrau tarifário de 40% decidiu-se pela realização da campanha. “Durante a coletiva à imprensa, na manhã desta quarta-feira, vamos esclarecer como os trabalhos vão ocorrer e destacar pontos pela defesa de um pedágio com um modelo justo e equilibrado. Não queremos benefícios, queremos ser tratados de forma igual a outros estados”, acentua Rainer.

Durante o encontro, os líderes também conversaram sobre recepção ao presidente Jair Bolsonaro, que deve vir a Cascavel na tarde desta quinta-feira. Há um alinhamento, em parceria com a Amop, de encontro reservado com o presidente para pontuar as demandas da região e as questões referentes à nova concessão do pedágio. Tratou-se também da participação das entidades na audiência pública da Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa do Paraná. A audiência será realizada na sexta-feira, 5, com início às 9h30, no auditório da Acic. Cascavel abre a programação de dez audiências que percorrerão todas as regiões paranaenses.

(Assessoria)

Related posts

Leave a Comment