É preciso conhecer a própria voz

Ter dom para cantar é essencial, mas não é tudo. Para quem pretende usar a voz profissionalmente precisa aprender técnicas que são fundamentais. A cantora e professora de canto, Andreia Karen, explica que a voz pode até ser bonita e agradável, porém, a técnica só se aprende estudando

 

Assim como em qualquer outra profissão, as pessoas que usam a voz como instrumento de trabalho precisam estudar com dedicação para aprender a “manejar” e aperfeiçoar seus métodos profissionais. A professora de canto, Andreia Karen, explica que todos que têm a voz falada normal, sem nenhum tipo de patologia, podem cantar, mas quando se fala em voz profissional é preciso dedicação.

Ela explica que a pessoa pode até ter uma voz afinada, bonita e agradável, o que demonstra que já possui algumas habilidades, porém a técnica só se aprende com estudo. Isso é fundamental para ter o melhor rendimento, com o menor esforço.

Andreia explica que um dos maiores erros das pessoas é não conhecer sua própria voz.  “O que mais tenho percebido, nesses 22 anos de profissão, é que as pessoas não conhecem sua própria voz. Um erro recorrente é cantar fora da sua tessitura, do seu limite vocal. Por isso é tão importante estudar”, diz.
Estudar canto, explica Andreia, nada tem a ver com dom. “Ouço muito as pessoas falarem: ‘Canto há muito tempo e nunca precisei fazer aulas de canto’. Como se estudar, fosse um demérito. O que é importante entender, é que técnica vocal vai ensinar essa pessoa a cantar da forma correta e com saúde, fazendo com que ela explore toda a beleza e recursos dessa voz. Isso não se faz de forma intuitiva, somente estudando. Assim como em qualquer outra profissão, é necessário se dedicar”, destaca.

Segundo Andreia, para um cantor o primeiro passo é saber respirar de forma correta. A arte de cantar corretamente está diretamente ligada a uma respiração eficiente. “Inclusive, essa respiração pode e deve ser utilizada, por exemplo, por locutores, professores, enfim, quem usa a voz como ferramenta de trabalho. A melhor dica que posso dar é que essa pessoa procure um professor de canto para lhe ajudar a conhecer seu instrumento”, observa.

Ao contrário do que muitos pensam, cantar não é somente um dom. “Claro que, se a pessoa possuir uma habilidade, ela terá maior facilidade de “manipular” o seu instrumento, mas, cantar de forma correta, vai além disso e envolve fatores fisiológicos e psicológicos”, detalha Andreia, que também é cantora. Cantar, explica, é “malhar” os músculos.

Quanto maior o treinamento, melhor será o rendimento do profissional. “Então, se você tem vontade de aprender a cantar ou quer aprimorar essa habilidade, com certeza um professor de técnica vocal, poderá lhe orientar”, finaliza.

 

 

Relacionadas

Leave a Comment