Com o “Ciclista Cidadão”, Transitar enfoca a segurança e a vida no trânsito também no modal bicicleta

Ação educativa segue o lema nacional do Contran, o qual convoca a sociedade para o compromisso de ajudar a reduzir o índice de mortes e traumas nas vias públicas
Montada na bike elétrica, apesar do cansaço de um dia inteiro de trabalho, a dona Elisia abriu um sorriso ao parar com seu novo meio de transporte ao sinal do agente de trânsito Crestani para ouvir atentamente as orientações no fim da tarde dessa quinta-feira (17) na Estação Cidadania da Avenida Brasil, no Bairro São Cristóvão, onde a Transitar realizou uma atividade educativa por meio do projeto Ciclista Cidadão. Lugar democrático, com os mais variados estilos e idades de adeptos da pedalada, a ciclovia requer respeito, empatia e cuidados para evitar acidentes. E ela aprovou a iniciativa.

“É uma ação muito boa. Agora me sinto mais segura, porque fui avaliada por um agente de trânsito”, relatou Elisia Oliveira. Diarista, aos 56 anos de idade usa a bicicleta para ir e vir do trabalho diariamente. “Comprei essa bike para trabalhar quando começou a pandemia, pois não queria usar o ônibus, e não larguei mais. Saio cedinho e volto à tarde, sempre de bicicleta, mas os riscos são grandes. Outro dia mesmo, um senhor quase me atropelou ao virar na Brasil”, relatou.

O agente Crestani explicou que, justamente pelo fato do ciclista e do pedestre usarem a ciclovia e a pista de caminhada – além dos ônibus circularem pela canaleta exclusiva – é que a conversão à esquerda para os motoristas são proibidas na Brasil, na Tancredo Neves e na Barão do Rio Branco. Como essas vias são de uso compartilhado para todos os modais, cada um deve respeitar as normas para que a segurança e a vida sejam preservadas.

“Nossa missão é justamente a de chamar a atenção para que todos os usuários, em todos os modais, estejam atentos às leis de trânsito. Com isso, criamos um espaço de uso comum mais seguro”, lembrou a educadora de trânsito da Transitar, Luciane de Moura, que acompanhou os agentes na orientação.

No trânsito, sua responsabilidade salva vidas!

O Projeto Ciclista Cidadão integra as ações educativas da Transitar, que são realizadas durante o ano todo, intercalando com os demais modais. A ação de ontem na Avenida Brasil abriu as atividades com ciclistas para este ano, com base no tema nacional do Contran, que convoca a sociedade para o compromisso de ajudar a reduzir o índice de mortes e traumas nas vias públicas: “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”.

Redução de 20,55% no número de acidentes

Durante o ano de 2020 registrou-se uma queda de 20,55% no número de acidentes envolvendo ciclistas no perímetro urbano de Cascavel, com 40% menos feridos e 33% menos óbitos no comparativo com o ano anterior. Em 2021 já foi registrado um óbito de ciclista no perímetro urbano, índice que serve de alerta para intensificar os cuidados.

Ações simples fazem a diferença

Durante a atividade educativa é orientado aos ciclistas sobre a importância de usar uma vestimenta adequada para ser visto pelos demais condutores; sinalizar a bicicleta com espelhos, adesivos refletivos e lanternas; usar sinais com as mãos e braços para indicar a intenção de fazer manobras; redobrar o cuidado ao transitar próximo de veículos estacionados, pois ocorrem muitos acidentes com abertura repentina de portas; não pedalar na pista exclusiva de ônibus; não andar na contramão e não pegar rabeira na traseira de veículos; manter uma velocidade adequada e respeitar a sinalização; cuidar de pedestres, principalmente crianças e idosos, além de usar capacete para reduzir impacto em caso de possível queda.

O marmoreiro Michael Teixeira também voltava do trabalho ontem quando foi parado na orientativa. Ele usa a bicicleta como meio de locomoção diária para trabalhar. Concordou com todas as dicas que recebeu e disse que, às vezes, sente receio da velocidade com que os demais usuários empreendem na ciclovia ou pelos que optam por andar na pista do ônibus. “A ciclovia foi feita para andar, não precisa usar a pista do ônibus. Se cada um fizer a sua parte não haverá acidentes e todos podem pedalar com segurança”.

Hoje é na Tancredo

Dando continuidade às ações educativas enfocando a segurança do ciclista no trânsito, hoje (18), das 18 horas às 19 horas a equipe da Transitar estará na ciclovia da Avenida Tancredo Neves, próximo à UPA.

Foto e Texto: Secom Cascavel

Relacionadas

Leave a Comment