Com covid-19, Renato Portaluppi não comandará Grêmio na Libertadores

Tricolor gaúcho embarcou nesta segunda (5) para Equador sem o técnico

O Grêmio informou que Renato Portaluppi testou positivo para o novo coronavírus (covid-19) nesta segunda-feira (5), em exame realizado pela manhã, após o técnico reclamar de dores musculares, febre e inflamação na garganta. O treinador desfalcará o Tricolor na quarta-feira (7), contra o Independiente del Valle (Equador), às 19h15 (horário de Brasília), no estádio Casa Blanca, na capital equatoriana Quito, pela terceira fase preliminar da Libertadores.

“O treinador já foi medicado e no momento encontra-se assintomático. Renato cumprirá o protocolo de isolamento pelos próximos dias”, assegurou o médico Gabriel Severo, em nota publicada no site oficial do Grêmio.

Conforme o protocolo sanitário, Renato deve se ausentar das atividades por ao menos duas semanas. Sem o técnico, a delegação tricolor viajou nesta segunda (5) de manhã para Quito. O auxiliar Alexandre Mendes – que dirigiu a equipe durante a ausência do treinador no início da temporada – estará à frente do time gaúcho diante do Independiente del Valle.

Renato, que testou negativo antes do último compromisso do Grêmio, trabalhou normalmente na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, no último sábado (3), na Arena, em Porto Alegre, pelo Campeonato Gaúcho. O resultado, conquistado graças a um gol do atacante Léo Chú, no fim da partida, levou o Tricolor à liderança do Estadual.

A partida de volta contra o Independiente del Valle será na semana que vem em Porto Alegre, no dia 14 de abril, também às 19h15.  Quem avançar se classifica à fase de grupos da Libertadores. O perdedor do confronto vai para a Copa Sul-Americana.

Foto: Lucas Uebel

(Agência Brasil)

Relacionadas

Leave a Comment