Interiorização é esperança para mais de 50 mil venezuelanos no Brasil

Operação Acolhida atingiu a marca de 50 mil interiorizados Vender todas as suas coisas e deixar o país foi a reação da venezuelana Keila Ruiz Yepez ao se ver em meio a uma crise social e humanitária. Ela cruzou a fronteira com o Brasil, alcançando o estado de Roraima em agosto de 2018. Saiu de um extremo do país para outro e atualmente, aos 45 anos, vive com o marido e dois filhos em Esteio, no interior do Rio Grande do Sul (RS). “Somos da capital Caracas, mas vivíamos na…

Leia Mais