15 anos de Boas Notícias

Há 15 anos Cascavel ganhava um jornal impresso que nascia sem esconder seus princípios e a defesa da fé cristã. Em pouco tempo, o jornal ganhou adeptos e se tornou um dos principais veículos de comunicação da cidade. Desde dezembro de 2019, o jornal que nasceu quinzenal se transformou em diário vespertino, uma inovação disruptiva no jornalismo impresso atual. No mês passado, uma parceria garantiu uma sucursal na cidade de Toledo onde o jornal passou a ser distribuído aos assinantes todas as tardes.

O Boas Notícias nasceu de um projeto elaborado pelo jornalista Luiz Carlos da Cruz, um cristão convicto, que quis mesclar boas notícias no sentido literal e como Evangelho, que também significa boas notícias, ou boas novas. “Percebemos que havia uma lacuna no meio cristão e a praticamente todos os jornais se autoclassificam como veículos laicos. O Boas Notícias faz questão de professar a fé e defender as bandeiras do cristianismo”, diz.

O jornal busca valorizar as boas notícias oriundas da sociedade e do poder público. Histórias inspiradoras são o foco principal do impresso, que também valoriza as boas notícias factuais que acontecem na região, no Brasil e no mundo.

O Boas Notícias inicialmente tinha formato tabloide americano e assim permaneceu por 13 anos, até se transformar em um periódico diário, quando ganhou formato A4. O formato compacto agradou aos leitores e, desde então, o número de assinantes e parceiros comerciais não parou de crescer.

Além do impresso, o Boas Notícias possui um portal de notícias (www.jornalboasnoticas.com.br) atualizado em tempo real. A proposta do jornal é crescer e chegar a outras cidades do Paraná, sempre valorizando o impresso.

 

Related posts

Leave a Comment