Um lugar para recomeçar

Por Edna Nunes

Um longo corredor ladeado de flores e pedras. Depois de percorrer esse trecho, um dormitório construído em meio à natureza e uma ampla sala para refeições e descanso. Pedras, flores e descanso fazem parte da caminhada de dezenas de homens que estão acolhidos na Comunidade Terapêutica Beit Abba em Toledo. Os primeiros passos lá são frequentes.

Com seis anos de história, a Entidade que não tem fins lucrativos, nasceu em nossa cidade quando o casal de pastores, Pedro e Sonia, pais de um casal de filhos regressaram a Toledo, depois de morarem e atuarem como missionários por 10 anos no Chile. O casal já trabalhava evangelizando e discipulando pessoas dependentes de álcool e outras drogas na 20ª Delegacia de Toledo por alguns anos, e quando estes saiam em “liberdade” e não tinha aonde ir, o casal acolhia-os em sua própria casa.

Ao retornar a Toledo, foram procurados por pessoas adictas, que conheciam anteriormente, logo a demanda foi tanta, que surgiu a necessidade de ter um local apropriado para efetivar acolhimentos. Mesmo sem apoio do poder público, a entidade segue mantinha por fé e solidariedade.

HISTÓRIA DE FÉ

Então em 2011 segundo uma direção de Deus, surge a Comunidade Terapêutica Beit Abba com a missão de proporcionar tratamento da Dependência do Álcool e outras Drogas com Abordagens Terapêuticas eficazes, capazes de motivar a buscar novos estilos de vida.

Em fevereiro de 2015 o local foi a leilão e a Entidade foi obrigada a deixar o local e mudou-se para o jardim Coopagro, onde ficou até ser contemplada com um Terreno em Concessão de Uso pela Prefeitura de Toledo. A destinação desta área (37.000m² de terra) que pertencia a União, para a instalação da Comunidade Terapêutica, mudou o rumo da historia da Entidade. O local estava abandonado, mas assim que repassado ao Município e posteriormente a Beit Aba, passou por um processo de adequação e logo se transformou em um local agradável e acolhedor, graças à ajuda coletiva, sensível e solidária do Povo de Toledo.

Depois desta grande conquista, os projetos giram em torno da sustentabilidade do sonho que transformou em missão e depende da coletividade para continuar semeando esperanças.

Doações de valores, alimentos, assim como a colaboração através de carnês e na participação de eventos promovidos pela Entidade, são as ferramentas para que o trabalho não cesse em Toledo.

A Entidade conta com uma equipe multidisciplinar, composta por muitos profissionais voluntários, porque muitas pessoas não podem pagar os custos, já que maioria é de baixa renda.

Nestes seis anos, mais de 400 pessoas cansadas, desesperadas e fragilizadas passaram pela Instituição, bem como seus familiares, aproximadamente 1.500 pessoas, que através do Grupo de Apoio Familiar tem fortalecido os vínculos novamente, e renovado as esperanças para galgarem novos horizontes.

Quando chegam à entidade, além da dependência física e psicológica, são marcados pela ação das drogas que entrou sorrateiramente e levou quase tudo. Fica o desafio da reconstrução! Ajudá-los a se libertarem, reinseri-los com dignidade na Sociedade e devolver-lhes a autoestima para que seja um multiplicador do Bem.

Deixe uma resposta