Atuação de evangélicos é considerada “fundamental” por políticos de MS

Eles correspondem a, pelo menos, 26,5% da população de Mato Grosso do Sul, de diversas denominações e meios de professar sua fé, percentual acima da média nacional de 22% da população. E estão cada vez mais presentes em diferentes setores da sociedade, incluindo, nitidamente, a gestão pública. Organizados, os evangélicos não só trabalham para defender pautas que consideram prioritárias, como entram no radar de administradores e da classe política, seja para tê-los como participantes efetivos do processo ou como importantes bases eleitorais e de trabalho. A última contagem do IBGE…

Leia Mais