Quem critica enredo sobre Jesus não leu a Bíblia, diz Mangueira

Samba-enredo da escola apresentará Jesus com corpo de mulher.

Para o carnavalesco Leandro Vieira, o enredo da Mangueira para o Carnaval deste ano tem embasamento bíblico, mesmo que a própria festa popular seja completamente contrária aos valores do cristianismo.

Desfile da estação primeira de Mangueira, campeã do carnaval do Rio de Janeiro. (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

“Quando morto, na cruz, Jesus é a extensão de muitos corpos. Se tiver algum cristão que negue essa informação, por certo não leu a Bíblia”, diz Vieira.

Com temática voltada para a famigerada “Teologia da Libertação”, o samba-enredo da escola fala em Jesus com “rosto negro, sangue índio e corpo de mulher” e tornou-se alvo de abaixo-assinado do Instituto Plínio Corrêa de Oliveira, de viés conservador.

“Eles fazem oposição até ao papa. Imaginem o que pensam de uma expressão artística associada à periferia”, disse o carnavalesco a Folha.

Em provocação ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), a letra do samba-enredo também fala em “Messias de arma na mão”.

Um suposto pastor fará parte do desfile, como uma das “faces de Jesus”, além de ter sido o “consultor teológico” para a formação do desfile da escola.

(Gospel Prime)

Related posts

Leave a Comment