O Legado da Eterna Canção

A arte cristã é rica em conteúdo, diversidade e qualidade. Nesse contexto, a música, sem dúvida merece destaque pelos seus expoentes. Adhemar de Campos e Wesley & Marlene estão entre os pioneiros que abriram trincheiras e ainda seguem sendo canal de benção para os ouvidos mais exigente e os corações que não se cansam em buscar a presença do nosso Amado Pai

Paulo Alexandre
Especial para o Boas Notícias

Sem dúvida, Deus é o centro de todas as coisas. Ele nos inspira em tudo, me inspira. E Deus, pela sua sabedoria, bondade, graça, misericórdia e amor infinitos, nos concede “presentes” que cumprem o seu propósito de ser instrumento da Sua inspiração. Escrevo esse texto embalado por canções de Adhemar de Campos e com Wesley e Marlene, pessoas que têm grande influência sobre minha vida, seja na música, seja na vontade e disposição em servir e prosseguir em servir e seguir em conhecer no nosso Amado Deus.

Em 1986, conheci o Milad (Ministério de Louvor e Adoração). “Milad 1”Foi o meu “primeiro” LP de música cristã, presente do grupo de adolescentes da Igreja Presbiteriana Central de Cascavel, quando completei meus 14 anos… Não era o primeiro trabalhando comandado pelo casal Wesley e Marlene, que fundaram o Milad em 1984 e, já em 1985, quando produzir música cristã no Brasil é um desafio gigantesco, tinham gravado o álbum “Água Viva”, numa proposta musical genuinamente brasileira e revolucionária para época. Na minha caminhada, Vencedores por Cristo e Asaph Borba já me conduziam nos primeiros passos. Mas, a proposta do Milad com canções como “Volte ao Mar”, “Acredite ou não” e “Coração Garimpeiro” me despertavam para algo mais: qualidade musical e conteúdo poético com o “tempero brasileiro” que é inigualável.

“Milad 1”, trazia “Em cada passo”, “Em seu nome”, “Em memória de Ti” e o clássico “Não tenhas sobre ti” que passaram a fazer parte do repertório daquele corajoso grupo de adolescentes (Paulo, Marcos, Glauco, Roberta e Helenara, cuidados pela “Tia Iêda”) que cantava em todo lugar e começava a dar o tom do louvor congressional na IPB Central. Detalhe: Milad 1 vinha com “encarte cifrado”, precioso demais nos tempos em que nem se imaginava o que o “Dr. Google” poderia ser.

Para minha alegria, junto com minha esposa Rosi e a primogênita Laís, no início do novo milênio (2005) tive a satisfação de recepcionar Wesley e Marlene, por duas vezes para saborear aquela típica costela minga à moda gaúcha.

“Exército de Deus”
Em meio a alegria de conhecer e poder “tocar” o Milad, Adhemar de Campos gravava o emblemático álbum “Testemunhos de Louvor”. Além das faixas gravadas em estúdio, este LP trazia pelo menos três faixas “ao vivo”: Exército de Deus, O Leão da Tribo de Judá e Nossa Justificação. Pronto! Aquele grupo de adolescentes se firmava os pés, lançando alicerces do ministério de louvor que não toca apenas alguns “corinhos” antes do culto, mas começava a entender que a música é um instrumento inspirador para adorar, louvor e propagar a mensagem do Evangelho da Salvação. Antes do “Testemunhos de Louvor”, Adhemar de Campos, também em 1985, já tinha gravado o álbum “Mil Razões”, convocando o “Exército de Deus”, a Sua igreja, para ter na adoração um estilo de vida e não apenas um “momento de música’ na liturgia dos cultos. E, na edição de 2008, do Desperta Paraná, tive a oportunidade de tocar duas noites com Adhemar…

Em 2018, o pastor Adhemar de Campos comemora 40 anos de ministério com “Legado – 40 anos”, um trabalho divido em três atos. O primeiro, é a “Igreja no Lar”, DVD gravado em cenário intimista. O segundo ato é a “Igreja no Templo”, que contou com a participação da “congregação” e o terceiro, é a “Igreja na Rua”, que faz um retrospecto da forma com que músicos cristãos divulgavam sua arte e mensagem da cruz nas décadas de 1970 e 1980. Asaph Borba, Bené Gomes, Carlinhos Felix e Juninho Afram participam do DVD, além dos cantores Rodrigo Campos e Mari Campos, filho de Adhemar e Aurora Campos.

Eterna Canção
Nos dias 26 e 27 de maio de 2017, a Wesley & Marlene comemoraram 38 anos de carreira com a gravação do DVD Eterna Canção. Com a produção do Prosa e Canto e em parceria com a Rádio Trans Mundial, a dupla, acompanhada pela Banda Expresso Luz e também pelos músicos Beto Mouzinho, André Rodrigues, Soila Steter e Sueli Gondin, reuniu no mesmo palco nomes como Stênio Marcius, Vavá Rodrigues, Gladir Cabral, Jonatas Duarte, Elen Lara e Dámom Farias, Silvia Mendonça (Cíntia & Silvia), Gabriel Vasques e Guilherme Vasques para revisitar algumas canções que marcaram época ao longo de sua trajetória.

O projeto desse DVD, inédito na história dos dois, é a realização de um sonho acalentado há muito tempo e que agora se tornou real graças a empresas parceiras, irmãos e amigos colaboradores e o envolvimento e desprendimento dos músicos e de toda equipe técnica. A produção e direção artística é de Beto Ribeiro e a produção e direção musical é de Vavá Rodrigues.

Deixe uma resposta