Central garante distribuição de medicamentos aos serviços públicos de saúde

Nesta sexta-feira (10), o coordenador da Central de Abastecimento Farmacêutico e Insumo (CAFI) destacou o trabalho da unidade responsável pela compra, recebimento, controle e distribuição de centenas de milhares de medicamentos e outros insumos às unidades de saúde, UPAs e também ao Hospital de Retaguarda, em Cascavel. Inaugurada em setembro de 2019, a CAFI mais que dobrou de tamanho, como também ampliou a aquisição de produtos permitindo que os estoques sejam abastecidos por mais tempo.

Em setembro de 2019, a Secretaria Municipal de Saúde deu um passo muito importante para a logística, mais que dobrando a capacidade de organização, planejamento e armazenamento de insumos da secretaria que abastecem todas as unidades de saúde, UPAs e também o Hospital de Retaguarda.

Antes, a CAFI tinha um espaço situado na Avenida Tancredo Neves de pouco mais de 1200 metros quadrados, o que dificultava a compra e o armazenamentos de medicamentos e insumos. Aliás, o desafio era manter o estoque pela maior quantidade de meses possíveis.

A nova Central conta agora com 3 mil m². Localizada na Avenida Itelo Webber, no Bairro Santos Dumont – na via de acesso ao aeroporto – funciona em espaço locado, com condições de otimizar e dar maior segurança à carga e à descarga de produtos. O local foi escolhido pela facilidade de acesso a todas regiões da cidade.

São 28 servidores, entre estagiários, serviço de apoio, farmacêuticos, enfermeiros, administradores, técnicos na separação dos pedidos e motoristas.

 

Gerenciamento de compras

A CAFI é responsável pelo gerenciamento de todas as compras de medicamentos, materiais hospitalares, odontológicos, dietas específicas, leite e entre outros insumos. Os produtos são armazenados em 27 grupos de acordo com a sua finalidade.

“Hoje com a nova estrutura, a CAFI tem o estoque regular para 180 dias, quando comparado com o antigo espaço, um controle rigoroso desde a compra dos fármacos e insumos, controle e armazenamento conforme portarias específicas”, informou Rafael Athayde, coordenador da CAFI.

26 câmeras de seguranças estão espalhadas pela nova central, com intuito de oferecer a transparência em todas as atividades e guarda do material armazenado, com apoio da guarda patrimonial, ou seja, 24 horas de vigilância.

A nova estrutura também possibilitou a reorganização da entrega dos medicamentos e insumos junto às unidades de saúde, UPAS e agora também o Hospital de Retaguarda. Agora, todas os serviços de saúde conta com a agenda própria de reabastecimento de fármacos e outros insumos para o atendimento à população.

(Secom)

Related posts

Leave a Comment