Cascavel: uma Babilônia ou Jerusalém de Atos 2?

 Por pastor Marcelo Xavier

Desafios de um pastor nesta cidade: Cascavel tem uma realidade multicultural. A intenção daquelas “rampas” na praça do migrante é demonstrar isso.

Muita gente veio de muitos lugares em pouco tempo. E dentro da Igreja, muitos pastores que vêm de outros lugares para cá se assustam ao longo do tempo com a dificuldade de se unir o povo, gerar intimidade e relacionamentos.

Uma estratégia prática é exatamente conversar sobre as diferenças, valorizá-las e amá-las. Um dos grupos religiosos da cidade percebeu isso logo de cara e tem todo ano uma festa que celebra as muitas culturas da cidade.

Mandam uma mensagem: “Gostamos do jeito que vcs são. Gostamos das diferenças que vcs tem entre si. Queremos bem a todos”.

Perceber isso como uma oportunidade de crescimento! Temos uma vocação missionária natural como cidade. Só precisamos nos dar a oportunidade de nos conhecermos melhor. O evangelho vai romper mais nesse lugar!!!

Deixe uma resposta