Bispo Edir Macedo inaugura Templo Maior em Curitiba

Poucos minutos depois das 7h da manhã de domingo, com a temperatura ainda por volta dos 18ºC, teve início a primeira reunião do Templo Maior de Curitiba, com a presença de 6.000 pessoas, marcando a inauguração do que é a nova sede da Igreja Universal na capital paranaense.

Trata-se de uma obra ambiciosa, com 41.407 m², que mudou a paisagem do bairro de Rebouças, em Curitiba, uma área outrora decadente de galpões abandonados que foi revitalizada com a chegada do templo.

Às 9h milhares de pessoas se concentravam ansiosas na entrada para aguardar o início da próxima reunião. Às 9h30 as portas foram abertas para mais  de sete mil fiéis sob grande expectativa para o momento especial que viria a seguir: o bispo Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal, que recebeu os fiéis dominados pela emoção.

O bispo Macedo deixou importantes mensagens e reflexões para a vida dos presentes.

“Não interessa se você é pobre ou rico, se é branco, negro, índio, o que interessa para Deus é a atitude de fé que você toma aqui e agora. O Espírito Santo que te revela a fé, quando Ele dá a fé é para mudar a sua vida. Tudo isso nos foi dado para que da terra pudéssemos tirar o melhor dela. Se você tem essa fé vai em frente”, disse.

Ao encerrar, o bispo Macedo avisou: “A inauguração  começou hoje é vai continuar até domingo que vem”.

A obra, iniciada em 2014, gerou quase 7.000 empregos diretos e indiretos. A partir de agora, 135 funcionários vão trabalhar no novo templo. Há estúdios de TV, rádio e salas para escola bíblica infantil.

Por mês, estima-se que 140 mil pessoas passarão pelo templo. Uma área também foi construída para abrigar reuniões e os projetos sociais da Universal.

As intervenções da Universal no bairro não se limitaram a construção do templo. A Igreja Universal revitalizou o bosque Dr. Martim Lutero (conhecido como Boa Vista) e as praças Ryu Mizuno e Professora Hildegard Schmah e readequou o sistema viário do entorno, atendendo projeto aprovado pela Prefeitura. Para os moradores e comerciantes do bairro e para a Prefeitura de Curitiba, o Templo Maior representa o início de uma nova era na região.

As informações são do Portal R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *